Tribunal da Romênia mantém prisão de influenciador – DW – 10/01/2023

Um tribunal romeno decidiu na terça-feira que Andrew Tate deve permanecer sob custódia, depois de ter sido preso por acusações de tráfico humano.

Tate, um cidadão americano e britânico de 36 anos, está detido por pelo menos 30 dias ao lado de seu irmão e dois outros suspeitos.

Por que o recurso de Andrew Tate foi rejeitado?

O tribunal rejeitou um recurso contra a ordem anterior de um juiz para prolongar sua prisão de 24 horas para 30 dias, de acordo com Ramona Bolla, da agência de aplicação da lei DIICOT.

O Tribunal de Apelações de Bucareste rejeitou a contestação de Tate e dos outros suspeitos ao mandado de prisão de 30 dias, chamando-a de “infundada”.

A decisão anterior de um juiz de estender sua prisão foi baseada no raciocínio de que Tate e os outros suspeitos poderiam fugir da Romênia e escapar das investigações sobre seus supostos delitos. O tribunal disse acreditar que Tate e os outros poderiam ir para países que “não permitem a extradição”.

Por que Andrew Tate foi preso?

Tate foi detido pela primeira vez em 29 de dezembro por um período de 24 horas, com os quatro indivíduos acusados ​​de formar um grupo do crime organizado para tirar vantagem sexual de seis mulheres.

Andrew Tate acompanhado pela polícia do lado de fora da agência de aplicação da lei DIICOT
Os advogados de Tate disseram que não há evidências por trás das acusações criminais Imagem: Inquam Photos/Octav Ganea via REUTERS

Os promotores romenos dizem que as mulheres foram atraídas para um relacionamento com Tate e outros suspeitos sob falsos pretextos. As mulheres foram então forçadas a praticar atos sexuais diante das câmeras, o que rendeu dinheiro online para Tate e os outros.

Tate e os outros réus negaram as acusações contra ele, além de contestar o mandado de prisão romeno.

Bolla da DIICOT disse que o governo romeno apreendeu propriedades e veículos de luxo pertencentes a Tate e outros suspeitos.

Tate, um ex-kickboxer profissional, é conhecido por seus comentários misóginos. Acredita-se que ele tenha vivido na Romênia desde 2017, depois de deixar o Reino Unido devido a uma investigação de agressão sexual.

O polêmico influenciador, que tem cerca de 4,5 milhões de seguidores no Twitter, foi banido da plataforma de mídia social em 2017 por violar seus termos de serviço, até que sua conta foi restabelecida em novembro pelo proprietário Elon Musk.

Sua prisão na Romênia ocorreu após uma discussão de alto nível no Twitter com a proeminente ativista climática sueca Greta Thunberg.

wd/fb (AP, Reuters)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *