Passageiros presos na pista enquanto seu voo decola

(CNN) – Um grupo de passageiros no aeroporto de Bengaluru, na Índia, experimentou um tipo particular de inveja ao ver seu próprio avião decolar sem eles.

Os 55 passageiros ainda estavam em um ônibus para o avião, com os cartões de embarque em mãos, quando o voo Go First para Nova Délhi partiu.

Em comunicado à CNN, a Go First reconheceu o incidente, ocorrido em 9 de janeiro.

“Pedimos sinceras desculpas pelo inconveniente causado aos passageiros devido a um descuido inadvertido na reconciliação do voo G8 116, de Bengaluru para Delhi”, disse um porta-voz da companhia aérea, que opera voos domésticos na Índia. “Os passageiros foram acomodados em companhias aéreas alternativas para Delhi e outros destinos.”

Um dos passageiros retidos era Neeraj Bhat, que voltava para casa de férias em Bengaluru, também chamada de Bangalore.

Bhat disse à CNN que seu grupo de embarque estava no último ônibus do portão de embarque para o avião quando a ansiedade começou a se instalar. O ônibus não se moveu por cerca de meia hora e nenhum anúncio foi feito.

“Um dos passageiros recebeu uma ligação de um amigo que já estava no voo e perguntou por que ele não estava no avião”, conta. “Perguntamos ao motorista do ônibus, mas ele não tinha nenhuma informação. Foi aí que percebemos que havia uma confusão.”

Bhat, que mora em Nova Délhi, teve reserva em um voo que decolou quatro horas depois e diz que não recebeu vale-refeição ou outra compensação enquanto esperava.

A Diretoria Geral de Aviação Civil, órgão regulador da aviação nacional da Índia, confirmou que está investigando o incidente, que chamou de “abandono de suas obrigações regulatórias”, de acordo com a afiliada da CNN News18.

De acordo com o porta-voz da Go First, “todos os funcionários envolvidos” foram retirados da escala de trabalho e a companhia aérea emitiu um aviso à agência de assistência em terra do aeroporto de Bengaluru.

A companhia aérea também diz que dará uma passagem gratuita em qualquer rota doméstica aos passageiros afetados.

Bhat, no entanto, diz que não aceitará o Go First em sua oferta.

Foto superior: Aeroporto Internacional de Kempegowda em Bengaluru. (Creative Touch Imaging Ltd./NurPhoto via Getty Images)

.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *